Dulene Aleixo Garcez dos Reis

Dulene Aleixo Garcez dos Reis é ex-capitão da Infantaria do Exército e serviu no Batalhão de Infantaria Blindada de Barra Mansa, no Rio de Janeiro, a partir de 1970. Ele foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF), em maio de 2013, pelo sequestro, tortura e morte do jornalista e secretário-geral do Partido Comunista Brasileiro Revolucionário (PCBR), Mario Alves. O militante foi preso no dia 16 de janeiro de 1970 e morto no dia seguinte. Na época, Dulene atuava no DOI-Codi do Rio de Janeiro.

Links

Biografias
da
ditadura