Pedro Seelig

Pedro Seelig foi delegado e chefe do Dops de Porto Alegre (RS). Era conhecido como “Fleury dos Pampas”. Ele foi acusado pelos militantes uruguaios Lílian Celiberti e Universindo Díaz de ser o responsável pela operação clandestina que os sequestrou em Porto Alegre, em 1978. O sequestro foi uma das cooperações entre os serviços secretos das ditaduras do Cone Sul, na chamada Operação Condor. Seelig, porém, foi absolvido da acusação em 1980 por falta de provas. Atualmente, integra o Conselho Deliberativo da Diretoria da Associação dos Delegados de Polícia do Rio Grande do Sul (Asdep).

Links

Biografias
da
ditadura