Voltar Para o Mapa

Beatriz Saboia

Livro do Che

Em 1968 meu pai, um senador biônico, se mudou para Brasília me levando com ele. Nosso endereço era 111 bloco C, ap. 402. Naquele ano, meus dois irmãos que se opunham ao regime me deram o livro do Che Guevara. Eu também me opunha a tudo aquilo, àquele conservadorismo, como eles e sofria muito com o conflito dentro de casa. Lembro das recorrentes visitas dos deputados amigos de papai em casa e me via cada vez mais obrigada a esconder o livro o melhor possível. Foi marcante, mudei a capa do livro algumas vezes e seu esconderijo foram vários. Até hoje quando o pego, as minhas pernas tremem de nervoso.

Mapa

Beatriz Saboia