Guevara Vivo ou Morto (1967), de Cláudio Tozzi

Em 1967, o painel de Cláudio Tozzi, exposto no 4º Salão Nacional de Arte Contemporânea, foi destruído a machadadas por um grupo radical de direita. Em seguida, foi restaurado pelo artista. A obra é um ícone da pop art brasileira, que incorporou elementos do movimento norte-americano. A pop art trouxe ao Brasil um novo gás, com a possibilidade de aproveitamento de outras obras e a ampliação da área de atuação estética. Daí o uso intensivo de colagens, técnicas derivadas do pôster, e o uso do tridimensional, sempre com a mesma temática: denúncias de tortura e violência. Nossa pop art criou um estilo próprio, também refletindo sobre o cotidiano e o banal. O Brasil não seguiu a temática de incorporação de elementos da sociedade de consumo, como feito pelos ingleses e norte-americanos. Dentre os principais nome brasileiros estão Wesley Duke Lee, Rubens Gerchman e Cláudio Tozzi.

Links