Gianni Ratto

Gianni Ratto (Milão, Itália, 1916 – São Paulo, 2005). Foi um homem de teatro no sentido mais amplo: trabalhou como diretor, cenógrafo, iluminador, figurinista, escritor e ator. Vivia na Itália quando Maria Della Costa o convidou para dirigir o espetáculo O Canto da Cotovia, de Jean Anouilh, em 1954, que inauguraria seu teatro. Nunca mais voltou ao seu país. Dirigiu peças emblemáticas no período da ditadura, como Se Correr o Bicho Pega, Se Ficar o Bicho Come, de Oduvaldo Vianna Filho e Ferreira Gullar, com o Grupo Opinião, e Gota d’Água, de Chico Buarque e Paulo Pontes, protagonizada por Bibi Ferreira. Ele assinou a cenografia de algumas das mais importantes produções do período.