Constituição (4. Questão LGBT excluída da Constituição de 1988)

“Os homossexuais, na nova Constituição, terão plena liberdade, como, aliás, vêm tendo, sem que sejam discriminados. Não podemos permitir que homossexuais, por exemplo, se casem, quer dizer, homem com homem, mulher com mulher. Isso seria um desastre. Não se pretende discriminar, mas, sim, proteger a sociedade. Que cada qual se amantilhe, escondido, com quem quiser. Ninguém está contra isso. Se a pessoa tem condições financeiras de sustentar essa sua vontade, que o faça, mas que não queira colocar isso na Constituição, porque será um desrespeito, um desastre que vai comprometer a moralidade da nação brasileira perante as outras nações. Nelas há muita liberdade, as pessoas fazem o que querem, sem que, no entanto, esteja inserido na Constituição um dispositivo como esse que se quer aqui colocar”, defendeu Costa Ferreira, deputado constituinte pelo Maranhão, durante uma das sessões da Comissão da Soberania e dos Direitos do Homem e da Mulher. Costa Ferreira ainda hoje é deputado federal pelo Partido Social Cristão, mantendo suas posições.

Skip to content