Francisco Moacir Méier Fontenelle

O tenente-coronel Francisco Moacir Méier Fontenelle foi comandante do DOI-Codi do Rio de Janeiro. É acusado pelo jornalista Marcos de Castro de tê-lo torturado quando esteve preso nesse órgão da repressão, em setembro de 1969. Na mesma unidade foram mortos Mário Alves e Rubens Paiva.

Links

frases

  • “Fontenelle não parava de rir enquanto amarrava meus dedos aos fios do telefone elétrico”, Marcos de Castro, jornalista.

Biografias
da
ditadura