José Sarney

Presidente do Brasil de 1985 a 1990, José Sarney nasceu em Pinheiro, no Maranhão, em 1930. Ingressou na política em 1954, como suplente do deputado federal pela União Democrática Nacional (UDN). Entre 1958 e 1965, exerceu dois mandatos como deputado federal. Inicialmente se opôs ao golpe militar de 1964, mas, no ano seguinte, com a instituição do bipartidarismo, entrou para a Aliança Renovadora Nacional, a Arena, o partido governista.

Durante a ditadura, governou o Maranhão e depois cumpriu dois mandatos como senador. Foi um dos fundadores do Partido Democrático Social (PDS), em 1979. Cinco anos depois, ingressou no Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e foi indicado como candidato à vice-presidente na chapa comandada por Tancredo Neves nas eleições indiretas para presidente da República. Antes da posse, Tancredo faleceu e Sarney assumiu o cargo em 15 de abril de 1985. Por mais uma ironia da história do Brasil, foi durante o mandato de Sarney, um político que apoiou todos os governos militares, que o país construiu a nova Constituição Democrática Brasileira, promulgada em 1988.

Seu governo foi marcado por uma forte recessão econômica, com elevados índices de inflação. As tentativas para combatê-la, como o Plano Cruzado e o Plano Verão, não deram resultado prático. Foi sucedido na presidência por Fernando Collor de Mello. Desde 1991, é senador pelo estado do Amapá.

Série sobre ex-presidentes: José Sarney