Murilo Augusto de Assis Toledo

Murilo Augusto de Assis Toledo foi 1º tenente da Polícia Militar e agente do Dops de Minas Gerais durante a ditadura militar. Ingressou na carreira militar em 1967. O tenente é acusado pela prisão, tortura e morte do estudante e militante da organização política Comando de Libertação Nacional (Colina), Nelson José de Almeida, morto aos 21 anos. De acordo com a Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos da Secretaria de Direitos Humanos, a prova definitiva é um documento encontrado na Polícia Militar de Minas Gerais, segundo o qual Murilo Augusto de Assis Toledo foi responsável pela operação que resultou na prisão e morte de Nelson José de Almeida.

Links

Biografias
da
ditadura