Arena Conta Zumbi

Arena Conta Zumbi (1965), de Augusto Boal e Gianfrancesco Guarnieri. Direção de Augusto Boal. Figurino de Flavio Império. Trilha sonora de Edu Lobo e Ruy Guerra. Com Dina Sfat, Gianfrancesco Guarnieri, Lima Duarte, Marília Medalha e outros.

Estreou em maio de 1965, no Teatro de Arena, em São Paulo. Depois de ter dirigido no Rio o show Opinião, com ex-integrantes do CPC, Augusto Boal integrou o coletivo de artistas do Arena com o objetivo de colocar em cena a luta dos quilombolas de Palmares. No fundo, a peça fazia uma crítica aguda ao modo que as classes dominantes mandam em seus empregados. Diante da escassez de recursos materiais, Boal cria o Sistema Coringa, em que qualquer ator pode desempenhar o papel de qualquer personagem.