Antunes Filho

Antunes Filho (José Alves Antunes Filho, São Paulo, 1929). Discípulo dos diretores do Teatro Brasileiro de Comédia, Antunes Filho participou do movimento de renovação cênica dos anos 1960 e 1970. Com Macunaíma (1978), imprimiu sua marca autoral na encenação. Após uma série de montagens grandiosas de autores consagrados (Shakespeare, Ibsen e, entre os brasileiros, Nelson Rodrigues), Antunes Filho dirigiu em 1972 o monólogo Corpo a Corpo, de Oduvaldo Vianna Filho. Depois de ter trabalhado com atores como Lilian Lemmertz, Raul Cortez e Paulo Autran, Antunes Filho passou a se dedicar a jovens atores, criando o coletivo Macunaíma, embrião do Centro de Pesquisas Teatrais (CPT), junto ao Sesc.