Chico Buarque

Chico Buarque (Francisco Buarque de Hollanda, Rio de Janeiro, 1944). Chico Buarque é autor de peças que marcaram o teatro brasileiro no período da ditadura, como Roda Viva (1968), Calabar (1973), Gota d’Água (1975) e Ópera do Malandro (1978), além da produção infantil Os Saltimbancos (1977), tendo assinado também a trilha sonora de outros espetáculos do período.

Durante todo esse período, a escrita de Chico Buarque para o teatro apresentava uma absoluta coerência com suas composições musicais, o mesmo engajamento contra o regime e a censura, a mesma disposição para a crítica social. Também mostrava uma criatividade semelhante para produzir alegorias, metáforas e símbolos fortes o bastante para mobilizar e emocionar o público, e ao mesmo tempo suficientemente sutis para passarem despercebidos pela repressão. No caso da peça Calabar, isso não aconteceu: a peça foi proibida e só estreou de fato na década seguinte.