Cassação da TV Tupi

A TV Tupi teve a concessão cassada pelo governo militar em julho de 1980. Os motivos variaram para cada uma das afiliadas, mas foram apontados problemas financeiros e administrativos, e dívidas com a Previdência Social, como justificativas principais. Foi o então presidente Figueiredo quem assinou o decreto que extinguiu a primeira emissora de televisão da América Latina, do empresário Assis Chateaubriand, criador dos Diários Associados.

A concessão foi repartida entre Silvio Santos (SBT) e Adolfo Bloch (Manchete). O SBT deslanchou graças aos empreendimentos paralelos desenvolvidos com o apoio da TV, como a realização de concursos e jogos. A Manchete repetiu o destino da Tupi: apesar de ter tido algum sucesso em telenovelas e minisséries, como Pantanal e Dona Beija, acabou afogada em suas próprias deficiências administrativas, e se viu incapaz de enfrentar a Globo pelas fatias do mercado publicitário.

Skip to content