Ruth Escobar

Ruth Escobar (Maria Ruth dos Santos Escobar, Campanha, Portugal, 1935). Atriz e produtora teatral, Ruth se destacou com uma das personalidades mais fortes e ousadas na área teatral durante o regime militar. Dona de seu próprio teatro desde 1964, no final da década de 1960 ajudou a montar duas das peças mais impactantes da época: Cemitério de Automóveis (Fernando Arrabal) e O Balcão (de Jean Genet) ambas dirigidas por Victor Garcia e produzidas por ela.

Organizou três importantes festivais internacionais de teatro em São Paulo entre 1974 e 1981, trazendo à cidade dramaturgos, diretores e grupos de renome internacional que aliavam crítica política e ousadia estética, como o uruguaio “Galpón”. Em 1976, tentou realizar a Feira Brasileira de Opinião, reunindo textos de vários dramaturgos, evento proibido pela censura. A partir dos anos 1980, com a redemocratização, dedicou-se à vida política e à gestão cultural, sendo deputada estadual em duas legislaturas.